×
TODO FEIRENSE / 24 de janeiro de 2021 - 09H 00m

Todo feirense sabe ler cantando: o ritmo do seu fim de semana, é aqui…”

Por Maurício Borges*

Acabei de acordar, estou em um ano que não sei exatamente qual é. Consigo ouvir o rádio ligado e sintonizado na Nordeste FM. Tá passando o “Mesa de Bar”. São 10h da manhã e aquela música “Aí foi que o barraco desabou…” está entrando pela porta do meu quarto pra avisar que hoje é sábado! É dia de faxina. Minha Tia Déa tá dando aquele grau na sala agora. Dá pra sentir o cheiro do óleo de peroba sambando pela casa inteira.

Eu amo ouvir música! Lembro que antes de ganhar o meu primeiro mp3 eu ia pra todo canto com aquele rádio portátil AM/FM com lanterninha, lembra?

Entre 2000 e 2004 eu ia pra escola com meu avô e meus primos. Seu Altino já entrava na caminhonete falando “aliga aí no Dirto”. Dirto Cotinho. Lembro que, às vezes, quando o locutor dava uma pausa das notícias, entrava uma voz falando “Sete horas e quarenta e cinco minutos” – Aí uma outra voz dizia: REPITA! E então todo mundo no carro repetia em coro: “Sete e quarenta e cinco.” Confesso que tinha um momento na rádio AM que amo até hoje: os jingles. Do nada começava um “Aqui Acolá todas as delícias para experimentar…” ou “Luciano Bastos ajuda, você a economizar…” e tinha também aquele: “EB é bom demais, EB é bem melhor… EB tudo em ferro pra você.” Que momento!

A minha relação com o rádio começou nas faxinas em casa com minha tia Déa. Nessa época fui entrando em sintonia com um repertório musical de dar inveja a qualquer banda gringa. Descobri o Lairton e seus teclados, Asas Livres, Araketu, Magníficos, Leandro e Leonardo, Calcinha Preta, Joelma, Alexandre Pires, Grupo Revelação… Clássicos atemporais com hits que sempre marcam presença no Karaokê do Irmãos Coragem e no Karaobar.

Hoje em dia o frisson do momento é pedir música na Alexa (a assistente virtual da Amazon), mas nada se compara à emoção de ligar na Princesa FM e falar: “Eu quero pedir pra tocar ‘Vira-Vira’ dos Mamonas Assassinas. E também quero mandar um beijo pra minha mãe. Pronto! Minutos depois você encontrava uma vizinha na rua que falava: “Eu ouvi você no rádio”. Na verdade, pedir música na rádio era só um pretexto pra deixar um recado pra alguém. Um recado, uma indireta, uma declaração de amor… Que saudade! Alexa, tem como voltar no tempo?

Maurício Borges é feirense, redator publicitário e apaixonado por crônicas. Escreve para o Blog do Velame aos domingos.

Leia também:

Todo feirense amava cortar caminho pela Esplanada

Todo feirense já foi ao Arnold só para andar de escada rolante

Feira de Santana / 23 de janeiro de 2021 - 09H 22m

Vereador solicita à Secretaria de Saúde esclarecimentos sobre o Plano de Vacinação

Na última quinta-feira (21), o vereador Jhonatas Monteiro (PSOL) protocolou junto à Secretaria de Saúde do Município, um requerimento solicitando esclarecimentos a respeito do Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19, apresentado pela prefeitura na última terça-feira (19/01). A análise do Plano, realizada pela equipe do mandato em diálogo com profissionais e estudantes da área de saúde, afirma que identificou diversas fragilidades no documento, que comprometem a sua funcionalidade enquanto instrumento orientador da política de imunização em Feira de Santana. Segundo a análise, o Plano é omisso quanto a elementos básicos, como calendário de vacinação, quantidade de vacinas a serem disponibilizadas para a população e estoque de insumos, como agulhas, seringas, algodão, álcool, etc. Além disso, é vago quanto à logística de distribuição e armazenamento das doses e sobre os locais onde a vacinação será realizada. Também não há qualquer menção à possibilidade futura de aquisição de mais doses a partir de iniciativa do governo municipal, o que é bastante grave, dada a quantidade reduzida de imunizantes recebida até o momento, que não garante sequer a conclusão da primeira das quatro fases previstas no Plano. O Secretário de Saúde, que recebeu o requerimento em mãos, sinalizou que irá analisá-lo e apresentar respostas ao mandato. A apresentação do requerimento relaciona-se às próprias atribuições de fiscalização do poder público municipal, características da função de um vereador. Nesse sentido, o mandato de Jhonatas compromete-se a acompanhar de perto as medidas de combate à pandemia em Feira de Santana, bem como lutar pela garantia de saúde pública de qualidade para o conjunto da população feirense em sua diversidade.

Feira de Santana / 22 de janeiro de 2021 - 11H 49m

Justiça proíbe novos bloqueios nas garagens das empresas de ônibus de Feira

O Tribunal de Justiça da Bahia concedeu liminar suspendendo o bloqueio nas garagens das empresas de ônibus Rosa e São João e proibiu novos bloqueios sob multa de R$ 50 mil caso aja descumprimento da decisão. A liminar foi concedida pelo juiz Nunisvaldo dos Santos, nesta sexta-feira, 22, de janeiro. O juiz autorizou, inclusive, o uso da força policial para o cumprimento da decisão. Os ônibus urbanos das empresas Rosa e São João voltaram a circular em Feira de Santana, após a paralisação de advertência realizada na quinta (21). Entretanto, o Sindicato dos Rodoviários ameaçava uma nova paralisação na próxima segunda-feira. A paralisação foi motivada pelo atraso do pagamento da quinzena da categoria.

Feira de Santana / 22 de janeiro de 2021 - 10H 02m

Interdições totais e parciais de vias neste fim de semana, confira como fica o trânsito

Motoristas devem ficar atentos para as mudanças no trânsito. É que a Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) fará interdições parciais e totais para realização de obras de drenagem pluvial do Projeto Novo Centro, em Feira de Santana, neste fim de semana. Na Avenida Sampaio, o trecho entre a Rua Barão de Cotegipe e a Rua Castro Alves, será totalmente bloqueado no sábado, 23, a partir das 6h, e segue até 22h do domingo, 24.  “Neste trecho, a via terá temporariamente sentido duplo e será permitida apenas a circulação de veículos de moradores e comerciantes”, explica José Édimo Pires, diretor de Operações do órgão.  A interdição total abrange também a Rua Intendente Rui durante todo o dia somente no domingo, 24. Na Rua Castro Alves, na intersecção com a Avenida Sampaio, e na Av. Senhor dos Passos, no trecho entre a Rua Intendente Rui e a Praça Bernadinho Bahia, também serão interditadas, parcialmente, a partir das 6h de sábado até 22h do domingo. Nesta área o estacionamento estará proibido para preservar o fluxo parcial de veículos em outras duas faixas de circulação da via.

Feira de Santana / 21 de janeiro de 2021 - 20H 42m

Hospital diz que não burlou prioridade de vacina

O Hospital Pediátrico Bambino negou através de uma nota enviada à imprensa que tivesse cometido irregularidades ao aplicar vacinas contra covid-19 na unidade.  Após denúncia do Blog do Velame, o caso foi encaminhada à Procuradoria Geral do Município de Feira de Santana,com o intuito de solicitar apuração da Polícia Federal e do Ministério Público.

NOTA OFICIAL

O Hospital Pediátrico Bambino repudia veementemente as afirmações de que profissionais do quadro de colaboradores do referido estabelecimento teriam burlado a orientação de ordem prioritária de vacinação contra o Coronavírus, enviada pela Secretaria Municipal de Saúde. O Hospital é instituição séria, ilibada e consolidada por sua atuação na medicina pediátrica na cidade de Feira de Santana e Região, de modo que sua boa fama e notória competência na prestação de seus serviços médicos e hospitalares são absolutamente incompatíveis com as informações difamatórias que vem sendo divulgadas sobre supostas condutas inadequadas de seus funcionários, que estão sendo vacinados de acordo com as determinações do Poder Público. Oportunamente, informa que a lista de todos os colaboradores cuja vacinação está sendo realizada na unidade está em posse da Secretaria Municipal de Saúde, e afirmações inverídicas serão devidamente refutadas pelos meios judiciais cabíveis.

HOSPITAL BAMBINO

Feira de Santana / 21 de janeiro de 2021 - 17H 11m

Prefeitura de Feira divulga lista de hospitais que receberam vacina, mas nega lista de profissionais imunizados

A Prefeitura de Feira de Santana divulgou, nesta quinta-feira (21), a lista de hospitais particulares da cidade que receberam doses da vacina coronavac. A divulgação acontece após reportagem do Blog do Velame denunciar um caso de suposta irregularidade na vacinação contra a covid-19 no Hospital Pediátrico Bambino (clique AQUI para ler). Apesar de divulgar o nome e quantidade de doses que cada hospital recebeu, a Secretaria Municipal de Saúde se negou, sob alegação de sigilo do paciente, a publicar a lista enviada por cada hospital ao município com o nome dos profissionais que seriam imunizados em cada unidade. Pelo cronograma do Plano de Vacinação feirense definido pela prefeitura, os primeiros profissionais a serem vacinados devem ser os que lidam diretamente no combate ao coronavírus em emergências. A prefeitura informou ainda que qualquer suspeita ou denúncia de pessoas que furarem a fila para tomar a vacina contra a Covid-19 será denunciada para o Ministério Público e à Polícia Federal para apuração.

Confira lista:

Se você presenciou ou recebeu informações de fontes confiáveis sobre casos de desvio de vacinas contra covid-19, você está diante de uma possível prática de crime e pode denunciar ao Ministério Público por meio de diversos canais virtuais de atendimento. Para enviar denúncias ao Ministério Público Federal (MPF) é simples: no celular, é só baixar o aplicativo “MPF Serviços” ou enviar todas as informações e provas disponíveis para o e-mail pram-sac@mpf.mp.br. Pelo site www.mpf.mp.br/mpfservicos também é possível enviar representações.

Feira de Santana / 21 de janeiro de 2021 - 15H 49m

Procuradoria recebe primeira denúncia de “fura-fila” na vacinação

Uma denúncia publicada pelo Blog do Velame é a primeira a ser encaminhada à Procuradoria Geral do Município (PGM),com o intuito de solicitar apuração da Polícia Federal e do Ministério Público, sobre a veracidade e existência de provas. A reportagem revela que teria havido uma vacinação indevida numa clínica particular.

A Prefeitura não vai abrir mão da seriedade da vacinação e, portanto, reitera a sua importância como eficaz controle na disseminação da doença no município. Desta forma, cada clínica e unidade hospitalar da rede privada é responsável em informar com veracidade e honestidade à Secretaria Municipal de Saúde os profissionais que realmente atuam na linha de frente no combate à Covid-19, em urgência e emergência, para receber a vacina contra a doença. Na primeira etapa da vacinação, que iniciou na terça-feira, 19, somente esses profissionais e os idosos institucionalizados têm direito a receber o imunizante.

Feira de Santana / 21 de janeiro de 2021 - 11H 59m

Esposa de dono de hospital teria recebido vacina contra covid-19 irregularmente em Feira

Esposa de dono de hospital teria recebido vacina contra covid-19 irregularmente em Feira
Em 2019, o médico Sandro Nunes foi homenageado com o Título de Cidadão Feirense, pela Câmara Municipal de Feira de Santana.

Um grupo de médicos e profissionais de enfermagem de Feira de Santana procurou o Blog do Velame para fazer uma grave denúncia. Os profissionais que atuam na Atenção Básica Municipal não foram vacinados ainda e relatam que a fila da vacina está sendo furada na cidade. O grupo prefere não se identificar por medo de retaliações e denuncia que a fisioterapeuta Cláudia Nunes, esposa do médico e empresário Sandro Nunes, proprietário do Hospital Pediátrico Bambino, teria sido uma das pessoas vacinadas irregularmente. A aplicação da dose do imunizante coronavac foi postada em redes sociais. A vacina foi disponibilizada pela Secretaria Municipal de Saúde.

“Sabemos que ela não atua na emergência do hospital e não trabalha com pacientes covid-19. A esposa do dono no hospital trabalha na administração da unidade”, relata um médico que afirma conhecer bem o funcionamento da Bambino. No LinkedIn, rede social de relacionamento profissional, Cláudia se apresenta como “coordenadora do faturamento, auditoria, fisioterapia e nutrição no Hospital Bambino e Sobaby”. O blog conversou com uma profissional de saúde que já trabalhou no hospital e que também afirma nunca ter visto a fisioterapeuta atuando na emergência. “O trabalho dela é administrativo e todos lá sabem disso. Quando soube que ela tinha tomado a vacina e outras pessoas que trabalham no hospital ficaram sem a dose que seria delas por direito, como profissional de saúde fiquei em choque”, contou.

Segundo o cronograma do Plano de Vacinação feirense definido pela prefeitura, os primeiros profissionais a serem vacinados teriam que ser os que lidam diretamente no combate ao coronavírus. No entanto, existe a possibilidade de profissionais de redes hospitalares particulares que não fazem parte da prioridade estarem falsificando a declaração de trabalho para receber o imunizante. Casos parecidos já estão sendo investigados na cidade de Vitória da Conquista (clique AQUI e leia).

A reportagem entrou em contato com o Hospital Bambino para ouvir Claudia, mas foi informada pela recepção que ela está viajando e só estará na unidade na semana que vem. O médico Sandro Nunes também foi procurado, mas até o momento não retornou as ligações e mensagens da reportagem.

A Prefeitura de Feira de Santana foi procurada para comentar o caso e garantiu que vai encaminhar todas as denúncias ao Ministério Público e Polícia Federal. “A secretaria de saúde não tem como saber na rede privada quem são os profissionais, cabe a cada hospital da rede privada assumir a responsabilidade de informar com veracidade e honestidade quem são os profissionais que estão realmente atuam na urgência e emergencia.  Toda suspeita e denúncia de gente que furar a fila o governo tomará providencia de encaminhar solicitação de apuração ao Ministério Público e a Polícia Federal. O governo municipal considera a vacinação muito séria e questão de segurança de saúde pública e não vai admitir esse tipo de fura fila”, informa em nota oficial o Secretário de Comunicação, Edson Borges. Ao todo, Feira recebeu 6.000 doses e até esta quinta-feira (21), quase 2 mil doses já haviam sido aplicadas.

Bahia / 21 de janeiro de 2021 - 09H 47m

Rui classifica de “desastrosa” a condução da política externa brasileira na pandemia para a garantia das vacinas

Em entrevistas à imprensa na manhã desta quinta-feira (21), o governador Rui Costa avaliou como positiva a logística de distribuição da vacina contra Covid-19 na Bahia, já que as doses chegaram aos 417 municípios do estado. Para Rui, a grande dificuldade estaria na garantia de novas doses pelo governo federal, que vem conduzido a pandemia de forma “desastrosa” e tem criado problemas com países chave nesse processo, além da burocracia da Anvisa para autorizar a aquisição de outros tipos de imunizantes. “Hoje, o grande problema se deve à condução desastrosa tanto da pandemia como da política externa pelo governo federal que vem insistentemente agredindo países como a China e a Índia (produtores de vacinas e insumos). Também ameaçou o novo presidente dos Estados Unidos, depois de eleito com ameaça do uso da pólvora. O povo brasileiro está pagando um preço alto por isso”, disse o governador, lembrando que, ao contrário de agora, ao longo de muitos anos o Brasil sempre foi referência mundial em vacinação. Rui ressaltou ainda que o Governo da Bahia está trabalhando, inclusive judicialmente, para ter, em breve, outros lotes de vacina. “Se não for a Coronavac, pode ser outro tipo de vacina, como a vacina russa”. Segundo o governador, não existe razão para a Anvisa se negar a analisar a documentação dos testes da fase 3 feitos em outros países. Rui lembrou que a Bahia tem um contrato com o governo russo para adquirir a Sputnik, antes mesmo de outros países da América do Sul terem comprado, mas só pode importar quando a Anvisa autorizar sua aplicação. “Não faz sentindo comprar a vacinar e ficar guardada, sem poder utilizar na população”.
Municípios / 21 de janeiro de 2021 - 09H 10m

Prefeito de São Gonçalo dos Campos apresenta dívidas deixadas pela gestão passada

O prefeito Tarcisio Pedreira esteve reunido com os servidores públicos e a comunidade a de São Gonçalo dos Campos para prestar contas dos primeiros 20 dias de mandato. A reunião aconteceu, quarta-feira (20), no Paço Municipal e serviu para o gestor apresentar a atual situação financeira do município e a proposta de pagamento para o salário do mês de dezembro que não foi pago pela gestão passada. Visando dar transparência, foram disponibilizados os extratos bancários, saldos e dívidas deixadas no dia 31 de dezembro do ano anterior, além dos recursos que entraram na conta da Prefeitura em janeiro.  O prefeito informou que, nesta sexta-feira (22), o valor pago à folha de dezembro será proporcional ao saldo que foi deixado pela gestão anterior e o salário de janeiro será pago no próprio mês corrente com o recurso que é destinado para esse período. “Estamos fazendo toda a economia necessária, trabalhando com o mínimo possível para que o município consiga ficar adimplente”, pontuou. Tarcisio revelou que a dívida com a folha de pagamento dos servidores é cerca de R $3 milhões, mas o saldo deixado corresponde a metade desse valor e pode estar comprometido com outros pagamentos já empenhados pelo governo passado. “Só a dívida com a União é de R $100 milhões. No CAUC, que funciona como o Serasa do município, faltam cinco itens para comprovar e ainda disseram durante a live, no período da campanha, perante a população, que a cidade estava adimplente e que eu encontraria a casa arrumada, sem dívidas”, desabafou. O prefeito ressaltou que a sua gestão está ao lado dos servidores e o pagamento da folha é prioridade. “Pra mim, atraso de salário é um erro e eu não estou disposto a errar. Estou disposto a acertar. O mês de dezembro foi deixado pela gestão anterior, mas os funcionários têm o direito de receber e isso farei, sem comprometer as contas da nossa gestão”, destacou.

Histórico

2019
set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2018
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2017
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2016
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2015
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2014
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2013
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2012
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2011
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2010
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2009
dez | nov | out | set | ago | jul | jun | mai | abr | mar | fev | jan
2008
dez | nov